Saiba como funciona a Contabilidade no setor Político  

A Contabilidade é essencial para todos nós, inclusive para os partidos políticos que sempre devem apresentar com clareza todas as ações contábeis durante o período de regime como está disposto na  Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995, que dispõe sobre a organização e o funcionamento dos partidos políticos. Contempla, nos artigos 30 a 37, a regulamentação das suas finanças, bem como a obrigatoriedade de manterem registros contábeis de todas as operações realizadas.
Ainda sobre, o artigo 30 estabelece: “O partido político, através de seus órgãos nacionais, regionais e municipais, deve manter escrituração contábil, de forma a permitir o conhecimento da origem de suas receitas e a destinação de suas despesas”.
 
E como é feito esse controle?
A Justiça Eleitoral é o órgão que rege todos os assuntos pertinentes, inclusive a fiscalização sobre a escrituração contábil, o balanço contábil derivado da escrituração contábil. Os partidos deverão enviar até o dia 30 de abril de cada ano, aos Tribunais Regionais Eleitorais e aos Juízes Eleitorais, pelo órgão político nacional, pelos órgãos políticos estaduais e pelos órgãos políticos municipais, respectivamente.
A falta desta documentação, pode ocorrer inclusive o cancelamento do registro civil e do estatuto do partido.
Desse modo, os partidos contratam os profissionais da Contabilidade para realizar todo o controle contábil e inclusive as normas legais que os mesmos deverão seguir.
 
Fonte: http://www.portaldecontabilidade.com.br/tematicas/contabilidadepartidospoliticos.htm



Deixe uma resposta